Maria-João

Por Carol Frederico

Maria-João é aquela mulher cheia de atitude, que só falta ter um pinto, para sair por aí, comendo todos os caras. Esse é o meu maior sonho impossível. Eu queria ser um homem… Ou uma mulher com pinto, para sair por aí, comendo todos os caras!!! 😉

Acontece que ser Maria-João tem seu preço: você vai sempre atrair os caras mais folgados e encostados do mundo, os mais indecisos, o que precisa de um tempo, porque ainda não está pronto para um relacionamento (…com você), lembrando que ele já tem quase (ou mais de) 40 anos.

Eu queria sair por aí comendo várias bucetas. Eu seria o melhor!!! E também muito generoso. Eu compraria presentes e sempre me ofereceria para pagar a conta, como eu faço com os meus namorados, amantes, casos e pretendentes… Que tolinha, eu… Ligaria várias vezes ao dia, fazendo perguntas interessantes sobre a rotina, ouviria e memorizaria palavra por palavra, como normalmente faço.

Eu sempre penso nisso… Na outra encarnação eu fui um cara bem escroto, um filho da puta, que arrasou vários corações… O que quer dizer que eu não posso reclamar, pois já fui um homem! Um homem tão machista que nessa vida são claros os indícios da personalidade masculina que vive em mim… E o meu maior castigo é ser esse doce de menina, romântica e heterossexual, escondida na pele da megera. Ai, quem me dera…

Se dessa vez fosse um homem, faria tudo certo… Mas tudo acontece por uma razão, por um motivo.

comments

Newest

Leave a reply

Comments