E quando a fila anda…

por Babete

Amigo, um recadinho: não ligou, não deu assistência, não apareceu, a fila andou. Não é falta de consideração, não, querido. Numa boa, viu? Você é gostoso, manda bem, eu bem que queria mais, sabe? Mas queridinho: essa de ficar cozinhando a mulherada em banho-maria não tá com nada.

E o pior é que eu não entendo essas coisas. O cara tá interessado, você já mostrou que quer, mas na hora em que a coisa tem que acontecer…. ele desaparece. E cada dia é um motivo, cada hora ele vem com uma desculpa. “Poxa, tá muito frio, vamos sair amanhã?” FRIO?? Poxa, se tá frio, prefiro dormir com alguém do que ficar vendo TV no sofá.

O mais estranho é que esse tipo de postura do cara deixa a mulherada ligada. “Como que esse loser me deixa aqui esperando? ELE vai me dar um fora?” Mas é, gente…. quando a gente perde o timing e o cara passa a ditar as regras, a situação toma um rumo um tanto inesperado. Aí parece que é questão de honra dar pra ele só pra poder dar o fora depois.

Pode esquecer, você não vai dar o fora nele depois. Talvez um dia, se láááá na frente você ainda estiver levando bolos do rapaz, talvez você consiga o timing certo e dê um fora nele, mas vale a pena o esforço, com tanto cara legal na sua cola? Sinceramente…

Então, hora de botar a fila pra andar. E nada de olhar pra trás.

Dou Mesmo Autor

Comentários

    Ge

    (31 de julho de 2007 - 12:33)

    Concordo em genero, numero e grau!!!!
    Jesus ja nos ensinou:
    “Ame o proximo.”
    Pois que venha o proximo da fila!
    A fila TEM que andar…
    Smack!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *