Cicatrizes

Roberta Sá (a melhor de todas as novas!!!)
Composição: Miltinho / Paulo César Pinheiro (gênio, gênio, gênio!!!)

Amor
Amor que nunca cicatriza
Ao menos ameniza a dor
Que a vida não amenizou
Que a vida…

A dor domina
Arrasa e arruína
Depois passa por cima
A dor…
Em busca de outro amor

Acho que estou pedindo uma coisa normal
Felicidade é um bem natural

Uma
Qualquer uma
Que pelo menos dure enquanto é Carnaval
Apenas uma
Qualquer uma
Não faça bem, mas que também não faça mal

Meu coração precisa
Ao menos ameniza
A dor…
Que a vida não amenizou

Dou Mesmo Autor

Comentários

    Felipe Lobo

    (5 de novembro de 2007 - 05:01)

    Sabe que eu não sei se concordo com a coisa de amor-dor. Refuto em dizer que ambos precisam, necessariamente, estar juntos. Quando ele acaba sim, mas enquanto ele dura, acho que não.

    De qualquer forma, fazendo bem ou mal, doendo ou não, é algo que sempre, sempre faz falta.

    bjos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *